Atitude de prefeito de Princesa Isabel levanta suspeita da relação do gestor com o governador

01/11/19

Uma atitude, no mínimo estranha, tomada pelo prefeito de Princesa Isabel, no interior do Estado, Ricardo Pereira do Nascimento causou dúvidas, estranheza e, ao mesmo tempo, pôs em cheque a relação do gestor com o governador do Estado João Azevedo.
Na última quarta-feira (30), o prefeito filiado ao PSB e, portanto, aliado do governador João Azevedo mandou para a Câmara Municipal um Relatório expedido pelo TCE/PB – Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, dando conta do julgamento do Processo TC-07095/16, referente à Inspeção Especial realizada na Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, de responsabilidade do Sr. Waldson Dias de Souza, com a finalidade de verificar a execução do contrato de gestão firmado com a Associação Brasileira de Beneficência Comunitária (ABBC), na administração da Unidade de Pronto Atendimento de Princesa Isabel.
Muito estranho
Outro fato estranho é que Ricardo Nascimento determinou que o vereador José Irismar Mangueira de Sousa, Líder do Governo na Câmara Municipal de Princesa, fizesse a leitura, na íntegra, do referido Relatório. O problema é que nesse documento, constam várias denúncias de irregularidades praticadas pelo ex-secretário de Saúde, Waldson Dias de Souza, a saber: não realização de repasses à UPA; irregularidade com controle de estoques; infração a princípios constitucionais, quais sejam: moralidade, eficiência e economicidade; falta de retenções tributárias; gastos ilegais com passagens aéreas e outras ações danosas ao erário público. Como se não bastasse, ainda sob a orientação do prefeito, o Líder do Governo na Câmara usou da tribuna daquela Casa para reafirmar: “Houve desvio de recursos. Não temos nada a ver com isso, mas, que há irregularidades, há!”.
O vereador também enfatizou a necessidade de o atual governador, João Azevedo, tomar as providências necessárias quanto à apuração dos fatos. Nos meios políticos de Princesa Isabel e região não se fala em outra coisa. A população está atônita e querendo saber   porque Ricardo Pereira tomou essa iniciativa de expor à execração pública a administração de seu próprio partido e também o ex-secretário Waldson de Souza? Por que citar o nome do governador Azevedo, como se o mesmo não estivesse tomando as providências necessárias ou o colocando como conivente com essas irregularidades. O pior é que, nesse caso, Ricardo Pereira conseguiu desagradar tanto ao ex-governador Ricardo Coutinho quanto ao atual governador.
A população quer saber qual o propósito do prefeito.  Fazer-se simpático à população sendo contra o governo nesse momento de “Operação Calvário”? Ou para recuperar-se das graves denúncias de improbidade administrativas de que vem sendo acusado? Vale ressaltar   Ricardo Pereira, apoiou Ricardo Coutinho num primeiro momento e, depois, anunciou que estava do lado de João Azevedo e, agora, estranhamente, detona os dois.
Redação com Blog de Dominguinhos