Atividades circenses e personagens infantis levam alegria e diversão às crianças do Hospital Arlinda Marques

Atividades, brincadeiras circenses e personagens infantis levaram muita alegria e diversão na tarde de ontem (sábado) às crianças internas do Hospital Arlinda Marques, que integra a rede hospitalar do Estado. A parte das atividades e brincadeira circenses, como malabarismo, palhaços, mágicos e bailarinas, ficou a cargo do grupo Giro da Alegria. As atividades foram organizadas e coordenadas pelo Grupo de Trabalho Humanizado (GTH) e Brinquedoteca.
O grupo cosplay solidário apresentou vários personagens infantis bastante conhecidos das crianças. Além dessas atividades, a festa teve a participação da Tia Dora, que se encarregou de fazer pinturas nos rostos das crianças e do palhaço Pirulito, que fez as crianças dar boas risadas com as suas brincadeiras.s.
A programação alusiva ao Mês das Crianças do Arlinda Marques teve início no dia 11, com um debate sobre alimentação saudável. No dia 13 aconteceu a festa para as crianças internas. No dia 18, às 15h, houve “contos de histórias”. No dia 20 o tema das discussões foi: “A Saúde Começa pela Boca”.
No dia 26, foram realizadas várias atividades recreativas e lúdicas com distribuição de lembrancinhas para as crianças atendidas no ambulatório da unidade de saúde. Essa mesma programação aconteceu durante a tarde no Espaço de Recreação da Clínica Médica para as crianças internas. As atividades contaram com animação do Grupo Fazendo e Acontecendo e Sorriso Aberto. Fechando a programação, no dia 31 à tarde, acontecerão atividades no ambulatório e no hospital e que serão animadas pelo grupo Criança Feliz.
Essa festa faz parte de um calendário de atividades que são realizadas em períodos festivos do ano, a exemplo da Páscoa, São João, Dia da Criança e Natal e é mais uma ação de humanização que o hospital oferece às crianças e seus familiares.
Para os que compõem a administração do Arlinda Marques é muito bom e importante a realização de eventos como estes que servem para elevar a autoestima das crianças proporcionando momentos de alegria e descontração e fazendo assim com que elas esqueçam um pouco a tristeza por estarem enfermas e precisando de assistência.
Secom-PB