Práticas de gestão do Creci-PB são referência para outros Regionais

As boas práticas de gestão do Creci-PB continuam servindo de referência para Regionais de outros estados. Na manhã desta quarta-feira (16), acompanhado de diretores, o presidente do Creci-PB, Rômulo Soares, recebeu a visita institucional do vice-presidente do Creci-PE, Gedinaldo França de Souza, do diretor de fiscalização, coordenador-geral da Cefisp e delegado setorial Domingos Leite, do membro do Conselho Fiscal, da Cefisp e delegado setorial Amaro Silva, do agente fiscal Luiz Carlos Braz, da advogada Gabriela Carvalho, do diretor da Coapin, Josenildo Rodrigues e do gestor de almoxarifado Eliezer Santana.
Ao grupo, foi-lhe apresentado o funcionamento e procedimentos realizados nos setores, bem como esmiuçados o programa de educação continuada Educacreci, voltado à formação e capacitação profissional dos corretores de imóveis e estudantes de TTI, e os Termos de Cooperação Técnica firmados com Órgãos como MPE, MPT e MPF. Acompanharam o encontro o 1° vice-presidente do Creci-PB, Lamarck Leitão, o diretor-adjunto de relações imobiliárias, Garibaldi Porto, presidentes e membros de Comissões, coordenadores, assessores e membros do Conselho Fiscal.
 
Fiscalização conjunta
“Também falamos sobre a Lei de Acesso à informação no âmbito do Órgão e o Serviço de Informações ao Cidadão (SIC) que implementamos no âmbito da estrutura”, afirmou Rômulo, que renovou na ocasião, a proposta de um Termo de Cooperação Técnica com os Creci-PE e RN, voltado à uniformização de procedimentos e ações, bem como fiscalização conjunta nos três estados, com vistas ao fortalecimento do combate ao exercício ilegal da profissão.
Ele também falou sobre outras boas práticas de gestão adotadas, dentre elas a correta aplicação dos recursos, uso racional de telefonia fixa e móvel, água e energia elétrica, além de digitalização de documentos, que economiza papel e ajuda a preservar o meio ambiente.
 
Equilíbrio financeiro em meio à crise
“Mesmo diante da crise econômica que já há algum tempo assola o Brasil, em nenhum momento recorremos ao Conselho Federal ou a instituições bancárias”, lembrou.
Durante inspeção realizada entre os últimos dias 28 de julho a 2 de agosto, o superintendente do Creci-RJ Solon Amaral de Sousa e a contadora do Creci-SC Juliana Schweitzer Delduque da Costa tiveram  oportunidade de verificar que as partes de gestão, governança e contábil estão em conformidade com as referidas normas e determinações do Conselho Federal de Corretores de Imóveis.
“Já de chegada identificamos no Creci-PB um Conselho bem organizado, bem estruturado, uma sede própria e uma equipe de funcionários muito boa e um superintendente bastante atencioso, que nos proporcionou todas as condições para que desenvolvêssemos nosso trabalho”, destacou Solon Amaral.